Acordo garante uso de aplicativos corporativos da Microsoft em diferentes plataformas móveis

Como parte dos constantes diálogos que mantém com seus clientes corporativos, a Microsoft percebeu que cada vez mais surgem demandas por interoperabilidade geradas por conta da consumerização da TI nas empresas. Esta crescente tendência não diz respeito apenas a funcionários que usam seus mais recentes gadgets para trabalhar, mas ao uso desses dispositivos para acessar aplicativos e serviços corporativos.

Já ficaram para trás os dias em que a equipe de TI conseguia gerenciar o acesso remoto a recursos corporativos através da simples instalação de aplicativos em celulares BlackBerry que pertenciam à própria empresa. Hoje, os funcionários querem utilizar seus equipamentos inteligentes, nos quais mantêm tudo sobre suas vidas pessoais e profissionais. Os ganhos de flexibilidade e de produtividade obtidos ao garantir suporte aos profissionais que utilizam seus próprios dispositivos dão a esses equipamentos o status de diferencial competitivo – e não mais de “algo bacana de se ter”.

No entanto, isso cria complexidade porque os departamentos de TI precisam estar preparados para suportar acessos a recursos corporativos a partir de uma enorme variedade de plataformas.

Esse acordo de licenciamento de protocolo firmado entre a Microsoft e a AgreeYa Mobility é um passo na direção certa para endereçar alguns desses desafios de interoperabilidade de nossos clientes corporativos. A AgreeYa Mobility desenvolve aplicativos para diversas plataformas móveis. E com esse acordo esses aplicativos passarão a interoperar com alguns aplicativos e serviços corporativos da Microsoft, como o SharePoint, Remote Desktop Services, Windows Azure e Windows Server Active Directory. É uma solução para organizações de TI que precisam garantir acesso a esses recursos para seus usuários finais utilizam dispositivos pessoais, bem como para aqueles que querem uma completa integração entre suas vidas pessoais e profissionais nos dispositivos móveis de sua preferência.


Tags: , , , , ,

Voltar para as notícias

Os comentários estão encerrados.